quinta-feira, 20 de novembro de 2014

Semana de Combate às Opressões - 17 à 19 de novembro de 2014





Nessa semana, entre os dias 17 e 19, aconteceu a Semana de Combate às Opressões no Bloco de Comunicação Social da UFAL, que foi organizada pelo Diretório Acadêmico Freitas Neto – DAFN e o Coletivo Enecos Alagoas.

Uma das bandeiras da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social – Enecos é o Combate às Opressões. A bandeira existe para fortalecer a luta por uma sociedade onde não exista mais preconceito por raça, cor, etnia, orientação sexual. Em que as pessoas sejam livres para serem quem são, sem que para isso sejam julgadas ou sofram violência física ou psicológica. Somos contra qualquer forma de opressão ou exploração!

No primeiro dia houve o debate sobre Mulheres com a Professora Doutora Belmira Magalhães, que expôs um debate classista e levantou questões sobre a organização das mulheres no atual modelo de sociedade que vivemos e como o movimento estudantil pode colaborar com essa luta. 






No segundo dia, recebemos o Coletivo Quilombo Púrpura da UFAL, que fizeram um recorte histórico sobre o tema “Diversidade Sexual”, autores que influencia no debate e o cenário atual da luta LGBT’s. 





No último dia, recebemos o Coletivo Agogô, também da UFAL, que falou sobre suas atividades, a luta de classes e como os/as negros/as estão inseridos nesse meio. Os estudantes participaram do debate falando sobre preconceitos vividos, transição e rejeição com o cabelo black.

                                        

No dia de Diversidade Sexual, houve um convite para os estudantes da UFAL. Em 2012, O Coletivo de Diversidade Sexual da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social – ENECOS lançou a Campanha Nacional “Tirem Suas Saias do Armário”, para combater a homofobia no Brasil e a aprovação do Projeto de Lei 122, que criminaliza qualquer discriminação que seja motivada por orientação sexual ou identidade de gênero.

Nesse mesmo dia, todos/as relembravam a memória de Lucas Fortuna, ex-militante da Executiva e percussor do Movimento Pró Saia como forma de protesto: não aceitação dos padrões heteronormativos impostos pela sociedade e também apoio e respeito à diversidade sexual.



No dia de negros e negras, outro convite para os/as estudantes. Quem tivesse lenços, echarpes ou cangas foi convidado a levar esses tecidos para o dia do debate, onde os integrantes do DAFN/Coletivo Enecos iriam fazer turbantes.




Uma semana repleta de aprendizado e riqueza. Uma semana onde os/as estudantes puderam estar inseridos em debates que acrescentam na formação fora da sala de aula e que puderam perceber que a luta acontece todos os dias e que se calar diante das opressões, jamais será uma opção.


terça-feira, 21 de outubro de 2014

DAFN e CAGM realizam debate sobre Democratização da Comunicação

A luta por uma comunicação democrática é uma das bandeiras de vários movimentos sociais e do movimento estudantil. Durante o mês de outubro as entidades que reivindicam a democratização da comunicação realizaram atividades como atos e debates sobre o tema.
Entendendo a importância de trazer esse debate para a comunidade acadêmica da Universidade Federal de Alagoas, o Centro Acadêmico Guedes de Miranda (Direito) e o Diretório Acadêmico Freitas Neto (Comunicação Social) realizam na próxima sexta-feira (24) uma mesa redonda com o tema Democratização da Comunicação, às 17 horas, no auditório do CEDU.
 “A mesa redonda vai ser mais um aprendizado para os/as estudantes e toda a sociedade entenderem a importância da democratização da comunicação e do quanto é essencial, por exemplo, entendermos que os veículos de comunicação não podem estar nas mãos de pequenos grupos políticos e servindo apenas aos seus interesses. Por isso lutamos por uma Comunicação social, plural, cultural, do povo e para o povo” disse a estudante de Comunicação Social, Danielle Henrique.
Para a estudante de Direito, Karen Pimentel, democratizar a comunicação é essencial para a formação dos estudantes da área, já que as mudanças que a sociedade passa são influenciadas pelo poder dos meios de comunicação. “O atual quadro de oligopólio das concessões dos meios de comunicação fere a Constituição e o próprio Estado Democrático de Direito, concentrando as informações nas mãos de minorias que não refletem a realidade e suprimem a pluralidade político-cultural brasileira”, afirma a estudante.

Na mesa estará presente a professora doutora Renata Rolim da Universidade Federal da Paraíba, graduada em Direito pela UFPE e possui doutorado com a tese: “O exercício do direito à comunicação pelas rádios e televisões livres e comunitárias no Brasil”, ainda estará presente o professor Sivaldo Pereira, Phd em Comunicação e Cultura Contemporâneas pela UFBA, com estágio doutoral na University of Washington (EUA) e atualmente professor do curso de Comunicação Social da UFAL.

domingo, 19 de outubro de 2014

Reunião extraordinária para discutir Democratização da Comunicação

Na semana que passou, as entidades, movimentos sociais e militantes que lutam diariamente pela Democratização da Comunicação promoveram atos e debates em diversos estados para levantar mais uma vez a importância dessa bandeira para a sociedade.

As ações deram visibilidade ao Projeto de Lei de Iniciativa Popular da Mídia Democrática – PLIP, que você pode conhecer melhor nesse link: PLIP, promovido pelo FNDC – Fórum Nacional Pela Democratização da Comunicação com a campanha Lei da Mídia Democrática.

Entendendo a importância dessa bandeira para os/a estudantes de Comunicação Social, nós do Diretório Acadêmico Freitas Neto convidamos todos os/as estudantes para uma reunião extraordinária na próxima segunda-feira (20.10), às 17 horas em conjunto com o Centro Acadêmico Guedes de Miranda – CAGM, do curso de Direito da UFAL para organizarmos e pensarmos uma ação para semana que vem.

A constituição federal de 1988 assegura que políticos não podem ter concessões públicas dos meios de comunicação, mas ela está sendo ferida dia e noite por políticos donos da mídia, o que corresponde à uma democracia da comunicação e da liberdade de expressão. A população precisa ter o direito de “produzir, disseminar e acessar informações e cultura”. Dessa forma, como assegurar o acesso universal de informação para a população?  Devemos denunciar sempre essa contramão da democracia.

E para entender um pouco melhor sobre Democratização da Comunicação, disponibilizaremos links de entidades ou movimentos que levantam essa bandeira logo no final desse texto.

Mas antes, queremos disponibilizar sugestões de leitura e vídeo! Uma dica de livro é o “Mídia, poder e contrapoder: da concentração monopólica à democratização da informação”, dos jornalistas Dênis de Moraes. Ignacio Ramonet e Pascual Serran. E um vídeo bem didático que explica sobre a democracia da comunicação: https://www.youtube.com/watch?v=DtKIGlW-QDE#t=156. Vale conferir!

Sugestões de sites para entender melhor sobre Democratização da Comunicação:

Fora Coronéis da Mídia: Fora Coronéis da Mídia
Intervozes (Coletivo Brasil de Comunicação Social): Intervozes
FNDC (Fórum Nacional Pela Democratização da Comunicação): FNDC
Para Expressar a Liberdade Para Expressar a Liberdade
#FrenteCom (Frente Parlamentar pela Liberdade de Expressão e o Direito à Comunicação com Participação Popular): FrenteCom
Enecos (Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação Social): ENECOS




quinta-feira, 16 de outubro de 2014

REUNIÃO EXTRAORDINÁRIA – DAFN - 16/10/2014

Informes:

Eleições do C.A de serviço social (Chapa Única), interessante declarar apoio
Próxima quarta-feira ciclo de debates sobre a violência e a PM no campus
Eleições pra coordenações do curso de comunicação

Pautas:

- EVENTO COM O C.A DE DIREITO (DEMOCOM) – (Aula pública?)

24 de outubro / evento sobre democom com o C.A de direito
Marcar reunião segunda-feira com o pessoal de direito para discutir ideias.
Decidir tudo nessa reunião, começar a divulgar logo em seguida.
Dani vai entrar em contato com o C.A de Direito para entender exatamente o que é esperado do evento.
Rhuan vai fazer a arte para a divulgação para a reunião.

Propostas:

1.    Recolher assinaturas para ajudar a campanha “Para expressar a liberdade”
2.    Usar cartazes do democom para divulgação/mobilização
3.    Montar uma mesa (Professora/Silvaldo ou Lídia/D.A/C.A direito)
4.    Estudar sobre democom pra gente também ter o que falar.
5.    Tirar textos pra o D.A poder estudar

- CHAMADO PARA A SECOM

Passagem em sala – Segunda (Chamado pra Secom)
Tarde 14h30: Índio/ Dani/ Guto
Noite 20h00: Jésica/ Jessyka/  Juliana
Reunião com a c.o da Secom - quarta-feira – 17h00 no B. 13





segunda-feira, 13 de outubro de 2014

Seminário de formação política Coletivo Enecos Alagoas e Diretório Acadêmico Freitas Neto


O Seminário de Formação Política do Coletivo Enecos Alagoas mais Diretório Acadêmico Freitas Neto – DAFN foi realizado no último final de semana (, e terá atividades durante todo o final de semana (11, 12 e 13 de outubro)

A realização dessa formação política surgiu a partir da necessidade de um maior conhecimento e estruturação de seus atuais membros, tendo como objetivo principal estudar, analisar e debater alguns eixos que consideramos prioritários na luta do movimento estudantil: a sociedade na qual vivemos atualmente, educação, assistência estudantil e o próprio histórico do movimento estudantil, além de termos um espaço único para debater as setoriais (Mulheres, Negros e negras, Diversidade sexual e Ex-quadrilha da fumaça) do Grupo de Estudo e Trabalho – GET de Combate às Opressões da Executiva Nacional dos Estudantes de Comunicação (Enecos), que também estão inseridas nas lutas do Diretório Acadêmico do Curso de Comunicação Social (COS-UFAL). É preciso compreender o que estamos reivindicando e o porquê de estarmos lutando.

Os espaços do seminário foram facilitados pelos próprios integrantes do Coletivo Enecos e DAFN, com textos já selecionados e vídeos para acompanhar os debates e facilitar ainda mais o entendimento sobre os eixos escolhidos.

Um espaço de formação política é único e contribui diretamente para repensarmos/analisarmos a sociedade em que vivemos e como podemos fazer para trazer mudanças positivas para tudo o que nos inquieta enquanto comunicadores/

























as sociais.


terça-feira, 30 de setembro de 2014

Relatoria DAFN - 30.09.2014

Presentes: Carol, Dani, Juliana, Índio

Pautas

·         Chamado para SECOM 2015
·         Dinheiro do Jônatas
·         Universidafn
·         Seminário de Avaliação do Curso
·         Cinecos + Bazar

SECOM  2015

A passagem em sala vai ser feita segunda-feira dia 06/09 é importante que as pessoas do diretório estejam disponíveis atarde e anoite, a intenção é passar nas turmas do primeiro, segundo e terceiro e pegar o contato daqueles que querem ser Comissão, se necessário faremos passagem no quarto período e etc, Dani e Índio confirmados de certeza para passagem.

Dinheiro do Jônatas

Dani vai falar com ele, vai ser cobrado um recibo para verificação do valor que segundo fomos informados ser de 400R$, o diretório deve analisar como deverá ser feito esse pagamento, com o dinheiro em caixa do DAFN? Através de pedágio? Fica a questão, outro ponto é saber com quem ta o dinheiro do DAFN.

Universidafn

Fazer um texto sobre a Secom (Chamado), para o seminário de avaliação, um texto sobre a atual situação dos professores, se ainda falta e etc, (Índio responsável por esse texto), verificar com Josuel se ele pode fazer a diagramação.

Seminário de Avaliação do Curso

É necessária uma reunião maior com os atuais integrantes do diretório, a fim de resolver como será o seminário e em que data, visto que em outras datas existem várias atividades.

Cinecos + Bazar

Terça- Feira 07/09 de 17:00 ás 19:00

Haverá exibição de curtas, Dani ficou de falar com Viviane produtora de curtas e aluna do professor Almir, para que ela pudesse disponibilizar esse material, haveria exibição de vídeos produzidos nos NVs do Enecom, e no dia da passagem em sala segunda, devemos enfatizar para os estudantes que se, eles tiverem alguma produção em vídeo envie para nós, caso essas alternativas não derem certo um filme será exibido, Índio vai fazer a arte, ficou de verificar com a secretaria, onde está à tela branca que foi usada no Enecom e se há disponibilidade da caixa de som, que disseram ser do Bispo, a caixa serviria também para que role uma música de fundo, não sei se aconteceria venda de cerveja ou refri, pois que o que tem é da Enecos, além de não saber se o que foi dado pelo professor Wagner ainda existe.



quarta-feira, 17 de setembro de 2014

Vídeo de mobilização pela falta de professores no COS!

Diante da falta de professores e outros problemas do COS - UFAL, chamamos todos/as os/as estudantes para nos mobilizarmos e lutarmos por uma formação pública, gratuita e de qualidade!

quinta-feira, 11 de setembro de 2014

Nota de chamado para a mobilização do Diretório Acadêmico Freitas Neto - DAFN sobre a falta de professores do curso de Comunicação Social da UFAL


O curso de Comunicação Social da Universidade Federal de Alagoas está passando por problemáticas em relação à falta de professores oriundos de outras unidades acadêmicas. Com mais de um mês do início do segundo semestre, os/as professores ainda não estão disponíveis. Fora outras dificuldades que o curso tem, agora os/as estudantes precisam levar mais essa adversidade.

O retrocesso estrutural é visível para qualquer estudante que queira se desprender da cegueira academicista e queira enxergar além das paredes da sala de aula. Mas há quem sinta as correntes que o prende e se movimente (tentando trazer um pouco de Rosa Luxemburgo), muitos estudantes não ousaram e nem ousam desfalecer, eles resistem. Mesmo com estrutura inadequada, sem laboratórios e equipamentos de qualidade, sem mais salas de aula, com falta de professores e a lista é imensa, os/as estudantes se esforçam para fazer com que sua passagem pela Universidade e pelo curso de Comunicação Social possa valer as duras penas diárias. Entram em grupo de pesquisa, de extensão, monitoram, produzem artigos e trabalhos acadêmicos premiados e reconhecidos.

Hoje o curso de Comunicação Social da UFAL possui 678 estudantes e 28 docentes, são 24 estudantes para um professor. Esse número de professores não é o suficiente para cobrir o quadro de disciplinas e eletivas, portanto o curso precisa entrar no sistema de oferta acadêmica e solicitar professores de outras unidades acadêmicas, é onde um dos problemas surge.

No período atual, 2014.2, os/as estudantes estão sofrendo com a falta de professores desde o início das aulas. As disciplinas? Português 1, português para a comunicação 1 e libras, francês instrumental, inglês instrumental, economia, sociologia da comunicação. Esse cenário implica em alguns problemas, por exemplo, geralmente quando os professores chegam “atrasados” para ofertar a disciplina, acabam passando por cima de assuntos e dando o conteúdo pela metade, colocando à disposição dos/as estudantes um conteúdo rasteiro e sem o aprofundamento que deveria ser inerente às disciplinas. E se o professor não aparecer? Então o boletim do estudante será afetado, seu coeficiente será afetado e ele/a ainda terá que repor a disciplina em outro momento, o que irá atrapalhar o andamento do seu ensino.

Na última quinta-feira (04.08), a pró-reitoria estudantil (Prograd) se reuniu com os coordenadores das unidades acadêmicas que estavam com dificuldades para a oferta das disciplinas em alguns cursos, inclusive o de Comunicação. O Diretório Acadêmico Freitas Neto - DAFN esteve presente nessa reunião.

O eixo principal foi tentar encontrar alternativas para se conseguir ofertar as disciplinas que estão sem professores na UFAL. E eles pensaram em alternativas: professores voluntários, participação de estágio docente, educação à distância - EAD, os próprios professores do Cos tentarem ofertar as disciplinas que estão com lacunas, português para a comunicação por exemplo. O que não voga, porque os professores não são formados em letras e nem possuem especialização nessa área.

Analisando essas alternativas com calma, encontramos aí problemáticas nem sempre visíveis. A todo o momento na reunião foi pensado a alternativa de educação à distância - Sistema EAD, submetendo a grandiosidade de uma graduação, com professores dentro da sala de aula fomentando conhecimento, discussões, acompanhamento exclusivo e intensificação das relações interpessoais - tão importante em nosso curso. Que fique claro para os/as estudantes: essa alternativa não apareceu somente para cobrir os danos que a falta de professores esteja causando agora, mas para, além disso, quem sabe um novo modelo de educação para as graduações. Será que é invenção da nossa cabeça dizer que estão querendo transformar o curso de Comunicação Social da UFAL em um curso técnico? Mais preocupante foi o momento em que a proposta de extinguir as disciplinas teóricas de português em substituição de uma disciplina de “redação técnica” surgiu, acreditamos que não existe a possibilidade de balançar a cabeça positivamente quando outrem deseja a implementação do tecnicismo em nossa formação, em vez de nos formamos também teoricamente, como agentes sociais e transformadores.

E essa despreocupação com a qualidade de formação dos/as estudantes surge de onde? A raiz aparece no próprio modelo de educação que temos no Brasil, a rede de ensino pública cambaleando, quase sem respirar, com fechamento e abandono de escolas; De outro lado, redes particulares em profunda ascensão, mas que não resolvem as deficiências da educação e ainda aumenta o nível de exclusão social. Nesse cenário, existem mecanismos de “pão e circo” promovidos pelo Governo Federal que tentam manobrar as deficiências que temos na educação. Se tratando da Universidade Pública, o Programa de Apoio a Planos de Estruturação e Expansão das Universidades Federais - REUNI, implementado em 2007 na Universidade Federal de Alagoas, que tem o objetivo de expandir as redes de ensino públicas (seja com novas estruturas ou interiorização da oferta pública) e garantia da permanência de estudantes através de verbas destinadas pelo REUNI. A falsa ideia de que números significam qualidade.

O plano parece incrível, mas cadê as salas de aulas que integrem todos/as os estudantes do Cos? Cadê os laboratórios equipados? Cadê o laboratório de telejornalismo? Cadê a sala de multimeios? Cadê a rádio do curso? Afinal, cadê o novo bloco de Comunicação Social? E agora, cadê os professores?

São por essas razões que fazemos um chamado para todos/as os/as estudantes de Comunicação Social para nos mobilizarmos e cobrarmos o que é nosso por direito. Não podemos naturalizar a precarização do nosso curso e muito menos a falta de professores/as, o DAFN não pode caminhar sozinho, precisamos do apoio de todos e de todas para que possamos pensar em ações e estratégias de mobilização.

“O que nos é imposto, por nós será deposto”.


Diretório Acadêmico Freitas Neto - DAFN
Gestão: "Em frente: mais vale o que será!"
Curso de Comunicação Social com as habilitações de Jornalismo e Relações Públicas da Universidade Federal de Alagoas - UFAL



terça-feira, 9 de setembro de 2014

Relatoria DAFN - 09.09.2014



Pautas: Mobilização - UniversiDAFN - 


*Mobilização

- Nota
- Fazer um calendário de mobiliação
- A nota foi aprovada com o acrescimo do chamado para as mobilizações
- Calendário de mobilização

09/09 – Lançamento da nota na internet
10/09 e 11/09 – Panfletagem da nota
12/09 – Vídeo na internet
17/09 – Cinecos
17/09 – Chamado para assembleia
24/09 Assembleia estudantil

Obs: Durante essas duas semanas haverá preparação para assembleia
*Definir a data para reunião sobre a SECOM na próxima semana

*UNIVERSIDAFN

-Distribuição – 17/09

Pautas

-Mobilização (ASSEMBLEIA)
- Chamado para SECOM
- Resgate histórico de mobilização
- Josuel diagrama


terça-feira, 2 de setembro de 2014

Reunião do DAFN + Reunião extraordinária - 02.09.2014 - 04.09.2014


                            Reunião DAFN (02/09/2014)

*Dani e Josuel ficaram responsáveis para fazer uma nota sobre a falta de professores no COS para entregar aos estudantes. 

*Jésica, índio e Ju produzirão um vídeo com estudantes de diversos períodos para falar da falta de professores e do sucateamento no bloco de comunicação social.

Obs: O vídeo ficará pronto até a próxima segunda-feira (08/09/2014).

*Ari sugeriu que uma assembléia fosse feita ainda esse mês.
Foi deliberado que rolará uma reunião extraordinária quinta-feira (04/09/2014).


                           Reunião extraordinária (04/09/2014)

*Os presentes na reunião escolheram o dia 18/09 (quinta-feira) às 17h no cos uma assembléia estudantil com as seguintes pautas: ATO, ABAIXO ASSINADO COM ESTUDANTES E PROFESSORES, OFICINA DE CARTAZES E OS CARTAZES PRODUZIDOS COLAR NA REITORIA, CTEC, COS E SERVIÇO SOCIAL.





quarta-feira, 27 de agosto de 2014

Reunião de planejamento DAFN - 27.08.2014


Presentes na reunião: Rodrigo(índio), Jésica, Ariane, Juliana, Edna e Danielle.

COMUNICAÇÃO/DAFN 

Mural, universidafn. Página do dafn, artes para os eventos, blog do dafn, grupos no facebook.
*Será discutido em reunião como cada meio de comunicação fará a comunicação com os/as estudantes.
*Foi proposto que os/as estudantes também escrevam para o UNIVERSIDAFN, caso todos concordem, será feito um edital para seleção das matérias. 

COLETIVOS DENTRO DO COS

Uma das propostas da chapa era que tivessem três coletivos (mulheres, negros e negras e diversidade sexual) dentro do cos, como é uma atividade importante, resolvemos que terá uma reunião no dia 05/09 às 17h na ufal para que juntos possamos nos dividir nesses três coletivos e estudarmos sobre respectivos e a partir daí chamar os/as estudantes para fazer parte junto conosco. Cada um de nós fará parte do coletivo que mais de identificar.
*Dani sugeriu que a reunião rolasse antes das 17h. 

ATIVIDADES PARA SEREM REALIADAS AINDA ESSA SEMANA

(28/09) Gravar vídeos com calouros e professores sobre a falta de professores no COS.
(29/08) Organização do mural e limpeza do DAFN 
Foram definidas as atividades dos meses de SETEMBRO, OUTUBRO, NOVEMBRO E DEZEMBRO.

SETEMBRO

(01/09) Colagem de cartazes na reitoria
Reativação dos representantes de turma
Passagem em sala, segunda - feira e terça – feira os dois horários.
(01/09) Segunda – feira às15h00 : Jésica, Índio, Ari e Dani
20h00 : Jésica, Dani, Ari, Juliana e índio
(02/09) Terça – feira às 15hoo : Ari, Dani, Jésica e Índio
20h00: Jésica, Juliana e Dani
(08/09) Chamado para SECOM – Passagem em sala os dois horários
(15/09) UNIVERSIDAFN – Divulgar todas as atividades que aconteceram e que vão acontecer durante o mês 
(17/09) CineCOS e bazar cultural   
-A dinâmica será definida nas reuniões do DAFN

OBSERVAÇÃO: DURANTE OS DIAS 19, 20 E 21 DE SETEMBRO ACONTECERÁ O SEMINÁRIO DE FORMAÇÃO POLÍTICA DO COLETIVO ENECOS ALAGOAS. O DAFN IRÁ PARTICIPAR E TERÁ UM ESPAÇO PARA APRESENTAÇÃO DO ESTATUTO DO DAFN.

(26/09) Grupo de estudo sobre o estatuto do DAFN na Ufal no dia 
-Definir horário durante o seminário de formação.

OUTUBRO

(15/10) UNIVERSIDAFN - Divulgar todas as atividades que aconteceram e que vão acontecer durante o mês. 
(22/10) Seminário de avaliação do curso
(28/10) Ato simbólico

NOVEMBRO

(10/11) UNIVERSIDAFN  - Divulgar todas as atividades que vão acontecer durante do mês e fazer um chamado para a inscrição do INSPIRE que será em dezembro.
(17/11) Semana de combate às opressões (RELIGIÃO, NEGRXS E DIVERSIDADE SEXUAL)
O/A aluno/a que participar, ganhará certificado
Horário, quantidade de horas e definição da dinâmica será resolvido em reuniões do DAFN.

DEZEMBRO

(03/12) INSPIRE
A dinâmica será articulada durante as reuniões
UNIVERSIDAFN pode ou não acontecer por conta da redução de estudantes no cos.













terça-feira, 26 de agosto de 2014

Relatoria do DAFN - 26.08.2014

Informes
Pautas: Falta de professores / Reunião de planejamento

1.    Informes

- Reunião do colegiado: não deu para discutir todas as pautas. A pauta que mais rendeu foi a separação do curso, o processo eleitoral e PPP (projeto político pedagógicos). As eleições ficaram para novembro. Dani será representante discente. Atualizar os representantes estudantis, que ainda está nome de Ariane e Enzo. Foi falado a questão da falta de professores, foi pedido uma mobilização maior dos representantes estudantis. Na construção do bloco querem construir uma rua entre o Cos e bloco novo e ainda haverá mais 5 blocos de exatas. DAFN se posicionou em relação à festas no Cos, porém não houve muita discussão e também sobre a questão das salas para os calouros. Andréa provavelmente irá se afastar do colegiado para se preparar para o Doutorado. Uma problemática para o DAFN: mais pessoas participando das reuniões do colegiado.

- Reunião do CEB:

- Ontem o DAFN (26.08) fez uma oficina de cartazes com os/as estudantes do primeiro período para falar sobre a falta de professores. Alguns foram colados e outros faltam.

1.    Falta de professores

- Na reunião do colegiado a coordenação relatou que estamos de carência de 15 professores no COS, externos, de outros departamentos. Chega um momento de o DAFN fazer uma mobilização maior em relação à isso, o DAFN se juntar com os estudantes e ir lá cobrar. Fazer ofício.

- Mosquitinho

- Um movimento na porta da Universidade; Vídeo com calouros sobre a impressão dos estudantes/professores; Questões visuais.

2.    Reunião de planejamento:

- Tocar a reunião mesmo com poucas pessoas e chamar as pessoas novas.

- Jésica irá chamar: Rhuan, Glaydson, Lucas, Clarinha, Rafa e Jéssyka.
- Horário: 9 horas
- Local: Casa da Ari
- Alimentação: Edna irá pegar o dinheiro do DAFN para fazer a compra das alimentações.

Presentes na reunião:

Jésica Oliveira
Edna Santos
Amanda Silva
Juliana Ferreira
Cairo Marttins
Josuel Santos
Danielle Henrique